Urucum embeleza e emagrece

No dia do índio, o Saúde e Beleza S/A homenageia esse povo símbolo do Brasil, trazendo um artigo sobre o urucum. Essa planta é  tradicionalmente usada pelos índios brasileiros (juntamente com o jenipapo, de coloração preta) e peruanos, como fonte de matéria prima para tinturas vermelhas, usadas para os mais diversos fins, entre eles, protetor da pele contra o sol e contra picadas de insetos; há também o simbolismo de agradecimento aos deuses pelas colheitas, pesca ou saúde do povo.

No Brasil, a tintura de urucum em pó é conhecida como colorau e usada na culinária para realçar a cor dos alimentos. Esta espécie vegetal ainda é cultivada por suas belas flores e frutos atrativos. Ao passar urucum na pele, ele penetra nos poros e, ao longo do tempo, a pele passa a ter uma tonalidade avermelhada constante e definitiva. Isso acontece, pois os poros se entopem de urucum e não conseguem mais eliminá-lo.

Esse produto é amplamente usado em diversas áreas:

•          Na culinária: como condimento e também colorante, emprega-se sob a forma de pó obtido por trituração das sementes, usualmente misturadas a certo teor de outros grãos também triturados, devido ao arilo que envolve as sementes, que fornece matéria corante vermelha característica, como na casca dos queijos e outros. É apreciado pela quase ausência de sabor e por não apresentar os efeitos prejudiciais dos corantes artificiais;

•          Na cosmética: empregam-no os ameríndios tropicais no preparo de tinturas para pintar o corpo, com a finalidade de proteção contra o rigor do sol (confere proteção contra radiação ultravioleta);

•          Na medicina: como medicamento fitoterápico, é dotado de inúmeras características e propriedades bioquímicas, que lhe dão aplicação em vasta gama de casos.

Ainda tem suas propriedades fitoterápicas, como sua função expectorante. O consumo de suas folhas em forma de chá alivia os pulmões, facilitando a respiração de pessoas resfriadas, asmáticas ou que sofrem de bronquite. O consumo dessa infusão pode ser quente ou gelado, adoçado ou não. A quantidade ideal também varia, mas o Chá de Urucum deve ser consumido sem exageros.

Também é eficaz no tratamento da prisão de ventre, hemorróidas e hemorragias em geral. Isso se aplica aos casos menos severos, que talvez precisem de tratamentos mais avançados.

De acordo com pesquisas, o urucum também ajuda no emagrecimento. O urucum melhora os receptores da insulina, o que promove uma baixa da glicose sanguínea e estimula a redução de gordura periférica, favorecendo, assim, o emagrecimento corporal.

Além disso, o urucum é rico em carotenóides, excelentes antioxidantes que impedem a peroxidação lipídica e as aberrações dos cromossomos. Logo, protegem o corpo das mutações genéticas do aparecimento de doenças ligadas à hereditariedade. Os carotenóides possuem uma coloração atraente com baixa toxicidade, ou seja, ausência de efeitos colaterais adversos. Dos carotenóides presentes no urucum, predomina a bixina, que reduz os radicais livres circulantes e protege as membranas celulares da ação dos mesmos.

Dentre as funções importantes do urucum, pode haver a baixa de colesterol total, redução do mau colesterol (LDL) e aumento do bom colesterol (HDL). Como não possui efeito tóxico, pode reduzir os indutores de câncer colorretal.

Deixe um comentário!

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>